Resenha: O Trono de Fogo

"Esta é a transcrição de um arquivo de áudio. Carter e Sadie Kane tornaram-se conhecidos por uma gravação que recebi no ano passado e transcrevi no livro A Pirâmide Vermelha. Este segundo registro chegou a minha casa logo após a publicação do primeiro, então suponho que os kane confiam em mim o suficiente para que eu continue a contar sua história. Se este relato for verídico, os novos acontecimentos só podem ser descritos como alarmantes. Pelo bem dos Kane, e do mundo, espero que tudo não passe de ficção. Caso contrário, estamos todos muitíssimo encrencados."

Oie genteee. Hoje eu vim com mais uma belezura que o Rick Riordan criou.
O Trono de Fogo é o segundo livro da série As Crônicas dos Kane, e preciso dizer que a estória está ficando cada vez melhor.
Quando Sadie e Karter acharam que tinham conseguido salvar o mundo depois de tudo o que passaram, eles descobrem que o mundo ainda corre perigo e que ainda tem mais um inimigo para enfrentar. Neste livro também somos apresentados a novos personagens, pois os Kane agora estão treinando jovens que descobriram possuir o sangue dos faraós para desenvolverem seus poderes e também ajudar na luta contra Apófis, o deus do Caos.
Apesar de eu adorar os dois personagens, esse livro conseguiu me deixar irritada com os dois em um devido momento. Primeiro foi a Sadie.
Tudo bem que era aniversário dela e depois de tudo o que aconteceu ela precisava de um momento de paz, mas poxa, eles tem um prazo super curto para cumprir a missão e ela ainda pensa em ir para Londres passar uma tarde com as amigas!!! Eu sei que é compreensível, mas é que eu faria diferente. Eu estaria muito mais preocupada em salvar o mundo, porque se eu não fizer isso, não vai ter aniversários para comemorar, nem amigas para visitar. Então, entre o meu aniversário e o mundo, eu fico com o mundo.
Depois foi o Carter que está completamente obcecado pela Zia, uma garota que ele conheceu durante a batalha contra Set e agora ele está totalmente empenhado em achá-la e salvar a menina colocando isso acima da missão deles. Sendo capaz de deixar a irmã sozinha durante um tempo da jornada, tudo para encontrar a garota. Isso me irritou bastante.
Mas depois minha raiva passou e voltei a ficar completamente envolvida pela estória, pela aventura e pela ação que o livro traz.
Gente, antes de terminar eu gostaria de dar os parabéns ao Tio Rick porque ele conseguiu brilhantemente construir um triângulo amoroso sem ficar irritante, chato ou meloso. Os relacionamentos dos personagens nunca são o foco nos livros do Tio Rick então quando ele faz algo romântico, eu sinto que ele coloca apenas o necessário. Por exemplo, na saga Percy Jackson, ele conseguiu colocar um casal (Percabeth <3 ) sem dar foco à isso mas sem deixar superficial, tanto que para mim Percabeth está na lista de Melhor Casal Literário. Então, mesmo quando ele insere esse triângulo em O Trono de Fogo, não fica chato. Ele deixa claro que a Sadie está dividida mas não foca nisso. Ela não fica divagando sobre isso, nem falando o quanto um é maravilhoso e o outro é tão maravilhoso quanto. É simplesmente brilhante, parabéns Tio Rick <3.
Então é isso gente. Super recomendo essa série e estou super ansiosa para o próximo.
Beijinhos e até a próxima.
                                                                                                                 -Fê.

Resenha: A Pirâmide Vermelha

 "O que você vai ler neste livro é a transcrição de um registro digital. Em certos pontos, a qualidade do áudio era ruim, por isso algumas palavras e frases representam o melhor palpite do autor. Sempre que possível, ilustrações de símbolos importantes mencionados na gravação foram adicionadas. Ruídos de fundo, como os de xingamentos, agressões e tabefes entre os dois locutores, não foram transcritos. O autor não assegura a autenticidade do registro. Parece impossível que seja verdade o que dizem os dois jovens narradores, mas você, leitor, deverá decidir por si."

Eeeaeee galerinha!!! Desculpem o hiatus, mas estou sem computador e postar pelo celular é muito ruim(embora eu esteja fazendo isso agora). Espero que minha situação se resolva em breve...  Mas enfim, como vocês estão? Eu estou super bem e sabem por que? Porque eu li mais um livro do Tio Rick, e gente, não tem nada como ler um livro do Tio Rick. Esse homem é incrível!
Nessa nova (que não é tão nova assim, eu que li tarde demais) saga, Tio Rick resolve abordar a mitologia egípcia, e como sempre, fez isso brilhantemente.
Ele continua com seu jeito magnífico de escrever, sempre colocando uma aventura de tirar o fôlego atrás da outra, muitas batalhas, personagens incríveis, cativantes e claro, muito humor.
Carter e Sadie são dois irmãos que descobrem ter o sangue dos faraós correndo pelas veias e agora precisam salvar o mundo de Set. Confesso que no começo achei Sadie meio chatinha e mimadinha, mas depois ela foi se mostrando uma garota legal e divertida.
Eu demorei um pouco mais para terminar esse livro, pois estava dividida entre ler e assistir séries, e isso não é uma decisão muito fácil de se tomar, mas no final acabou sendo bom, pois assim eu pude passar mais tempo com o livro.
Como eu citei no início, As Crônicas dos Kane é uma saga então, obviamente as aventuras e problemas não acabam por aqui. Vou começar a ler o segundo livro hoje mesmo!!
E gente, vocês não tem noção de quanto estou ansiosa para ler O Filho de Sobek (mesmo ele sendo depois de A Sombra da Serpente, último livro da saga), sabem por que?
Simplesmente porque meu lindo, divo, sambador, lacrador e todo poderoso irmão, Percy Jackson (sim, sou filha de Poseidon!!) vai estar no livro.
Siiiim, isso mesmo que vocês leram. Carter e Percy vão estar no  mesmo livro. Um livro só deles!! Não é maravilhoso???!! Eu acho que tem um com a Sadie e a Annabeth (senhor, duas divas num mesmo livro!!), mas não lembro o nome agora.
Mas enfim, leiam A Pirâmide Vermelha, leiam Percy Jackson, leiam tudo o que esse homem divo escreve, porque os livros dele são pura criação dos deuses!!!
Beijinhos e até a próxima!
                                                                                                                     -Fê.