Resenha: Como se fosse magia

Resultado de imagem para como se fosse magia livro bianca briones"Eva nasceu com o dom de passar todos os seus sentimentos para o papel, e com isso conquistou milhares de leitores pelo mundo. Agora ela precisa escrever o último livro da sua série de fantasia, mas está com bloqueio criativo há um ano e não sabe o que fazer.
Enquanto ela tenta se reconectar a seus personagens, a vida coloca em seu caminho um homem idêntico a um dos seus protagonistas. O problema é que o desconhecido surge sem nenhuma lembrança de quem ele é.
Enzo está muito confuso. A princípio, ele duvida da conversa maluca de Eva. Mas mesmo com sua dificuldade em acreditar, ele não pode negar que se sente extremamente ligado a ela. Envolvidos por esse curioso e estranho mistério, Eva e Enzo estão prestes a descobrir que, às vezes, para que duas pessoas se encontrem, mundos inteiros são capazes de colidir."

Oi gente, tudo bem? Aqui estou eu voltando aos poucos com mais uma resenha para vocês.
Aproveitei que as provas "acabaram" e tirei um tempo para me dedicar a um livro e a mim mesma. Como se fosse magia caiu como uma luva nesse momento da minha vida, onde estava cansada, estressada, querendo deitar, dormir e acordar de férias. Minha vida estava precisando de magia, e isso o livro tem de sobra!
Tenho que começar dizendo que essa história é extremamente encantadora e definitivamente o meu sonho de consumo 😁😁😁😁😁😁. Gente, fala sério! Quem nunca quis que um personagem virasse real e aparecesse na sua vida? Eu estaria completamente realizada se isso acontecesse!
Mas nem tudo são flores na vida da doce Eva, e do grande e único melhor amigo dela, Thiago (SER DIVINO, MARAVILHOSO, MELHOR AMIGO QUE UMA PESSOA PODE TER, AMO, QUERO, ME ABRAÇA SEU LINDO <3). O fato é que os dois sofrem muito preconceito, tanto da sociedade quanto da própria família.
Ela, porque não simplesmente imagina seus personagens e suas histórias, ela os vê. Os personagens simplesmente aparecem para ela querendo contar suas histórias, e todos acham que ela é uma louca esquizofrênica por ver e falar com coisas que ninguém vê. É por isso que durante um bom tempo ela se fechou para o mundo da imaginação, e tentou focar no mundo real, o que só a fez se sentir pior.
Ele, por ser gay. Apesar de ele já se aceitar e viver bem com isso(tão bem quanto pode se viver sendo gay em uma sociedade preconceituosa), ele ainda sofre bastante por não ter a aceitação do pai.
Foram partes bem tristes de se ler, porque a Eva não é nem um pouco louca, e o Thiago não é nenhuma aberração da natureza por gostar de alguém do mesmo sexo.
Os dois são praticamente o amor da vida um do outro, e isso foi uma das coisas mais lindas do livro. Mostrou o amor puro e sincero de uma amizade, que vai além de qualquer coisa, que o amor da sua vida não precisa ser necessariamente o seu(a) namorado(a), ou seu(a) marido/esposa, mas sim aquela pessoa que te entende como ninguém, que está sempre lá por você, que faria de tudo só para te ver feliz, que a presença é tão especial que te faz bem mesmo que os dois estejam em silêncio olhando o vazio. O amor da sua vida é aquela pessoa que te completa, e ela pode ser seu namorado, seu marido, seu amigo, seu irmão, sua mãe...
Agora preciso falar de Eva e Enzo(preciso de um na minha vida, se alguém encontrar por aí, por favor me comunique kkkkk). Gente, fiquei tão agoniada quanto os dois nessa história. 
Imagina você se deparar com um cara exatamente igual ao seu protagonista (ou ao personagem do livro que você está lendo, caso você não escreva). Agora imagina você perder completamente a memória, não conseguindo lembrar nem do seu nome e uma pessoa te diz que você pode ser o personagem do livro dela.
Imagine ainda, você saber fazer as mesmas coisas que o tal personagem faz. Até eu comecei a acreditar algumas vezes na possibilidade de ele ser realmente o Enzo do livro.
Foi então que assim como a Eva, eu fiquei com medo de que se ela terminasse a história do livro, o Enzo desapareceria.
O envolvimento dos dois é tão lindo!!!! Eu amei esse livro de paixão <3
Quando tudo finalmente se desenrolou, tenho que confessar que chorei. Sim, sou uma manteiga derretida, choro por tudo. Mas é que foi tudo tão lindo, e especial, e MÁGICO. Queria contar mais sobre isso, mas tenho medo de estragar a surpresa.
Esse foi o primeiro livro que li da autora, mas já quero todos! A escrita dela é muito envolvente, leve e divertida. Eu pude me conectar com a Eva, até me vi um pouco nela.
Eva, Thiago e Enzo são encantadores e muito cativantes, não tem como não amar esse trio, Aliás, não tem como não amar esse livro <3
Ele trouxe a magia que eu estava precisando de volta na minha vida, me fez fantasiar novamente sobre histórias que quero criar. Ver o empenho e a entrega da Eva cada vez que ela parava para escrever só me deu mais vontade de voltar para minha história e meus personagens (acho que não contei para você que estou escrevendo, mas vamos deixar isso para outro momento).
Ah, uma coisa que não contei, esse livro me fez rir. Deuses, como ele me fez rir!! Comecei a ler ele na faculdade, e tenho certeza que quem passava por mim e me via rindo do nada me achava uma louca. Mas acho que a loucura faz parte desse mundo não é mesmo?😂😂😂😂
Bom, espero que vocês tenham gostado da resenha, e se deliciem com esse livro tanto quanto eu. Desejo todo sucesso à Bianca que eu descobri ser uma escritora maravilhosa!
Beijinhos e até a próxima,
                                                                                                                     -Fê.

Nenhum comentário

Postar um comentário