Resenha: A Maldição do Lobisomem


"Jéssica é uma garota inteligente e esperta, porém, disposta a dissimular os seus sentimentos mais reais. Este mundo de mentiras está prestes a acabar com a chegada de Pietr Rusakova.
Ela é atraída pelo misterioso (e sexy) forasteiro. Aquele olhar... pode atravessá-la como uma flecha! Ele é muito mais que um rosto perfeito, Pietr é perigoso e tem muitos segredos.
O que Jéssica não imagina é que aos 13 anos os Rusakova recebem uma sentença. Se uma transformação a qual estão destinados ocorrer eles terão uma vida curta, mas repleta de aventuras, onde as ligações afetivas tornam-se mais intensas e arriscadas. Uma corrida contra o relógio. Bem diferente da vida que ela imaginou...
Metade homem, metade monstro. Pietr levará Jéssica a um novo mundo onde heroínas e lobisomens se apaixonam em uma história cheia de reviravoltas. Descubra o que os lobisomens podem oferecer e apaixone-se também."

A Maldição do Lobisomem de Shannon Delany me proporcionou uma relação de amor e ódio. É um pouco difícil explicar sem dar algum spoiler mas vou tentar.
Antes de tudo, gostaria de dizer que gosto da Jéssica, mas ela conseguiu me irritar muito, muito, muito - aí entra o ódio kkk - durante o livro. Por isso eu acabo virando fã da Amy, melhor amiga de Jéssica, porque ela pensa exatamente como eu. Bom, vamos a explicação.
Pietr Rusakova - lindo, te amo <3 - chega e causa uma reviravolta na vida de Jéssica. Primeiro porque ela é apaixonada por outro menino, Dereck, do qual eu tenho nojo kkkk. Sim, nojo. Eu sei que é uma palavra forte, mas enfim.
Segundo porque Sarah, que também é melhor amiga de Jéssica acaba se apaixonando de Pietr, e é por isso e por outras coisas também que a Jéssica descobre que está gostando do Pietr também. Só que..... No decorrer do livro, nós vamos descobrindo que a Sarah não é tão boa quanto parece e que fez uma coisa muito grave.
E a Jéssica fica o tempo ajudando a Sarah, e eu não sei como explicar isso para vocês, porque eu vou acabar falando coisa que não devia....
O fato é que isso me deixa com muita raiva da Jéssica, e a Amy - única sensata do grupo - ficava tirando as palavras da minha boca, tentando fazer a Jéssica enxergar a burrice que ela estava fazendo, mas ela não dava ouvidos e fazia tudo em prol da Sarah, e meu Deus do céu, como eu gostaria de matar a Jéssica nessas horas!
E no meio disso tudo ainda tem o Dereck, que é um dos motivos para a Jéssica não perceber logo de cara que está apaixonada por Pietr, e mesmo quando ela começa a perceber, ela tenta fingir que nada está acontecendo, que não é nada demais, simplesmente porque ela tem essa fixação pelo Dereck.
Eu passei o livro todo odiando e amando a Jéssica, porque quando não se tratava de Sarah ela era uma personagem muito legal. 
Sobre o Pietr acho que nem preciso falar né, vocês já devem ter percebido meu amor por ele, quando o mencionei acima. 
Enfim gente, o livro é ótimo, apesar de eu ter me estressado às vezes, não vejo a hora de comprar a continuação O Segredo das Sombras. Quero muito saber como essa história toda vai se desenrolar. 
O final do livro foi tipo OMG!
Lobisomens, CIA, Máfia Russa, romance, segredos, tudo num livro só.
Beijinhos e até a próxima resenha!!!
                                                                                                                               -Fê.


Resenha: O Teorema Katherine

 
"Quando se trata de garotas (e, no caso de Colin, quase sempre se tratava) , todo mundo tem seu tipo. O de Colin Singleton não é físico, mas linguístico: ele gosta de Katherines. E não de Katies, nem Kats, nem Kitties, nem Cathys, nem Rynns, nem Trinas, nem Kays, nem Kates, nem - Deus o livre - Catherines, K-A-T-H-E-R-I-N-E. Já teve dezenove namoradas. Todas chamadas Katherine. E todas elas - cada uma, individualmente falando - terminaram com ele."


O Teorema Katherine de John Green, é o segundo livro do autor que eu leio. E até agora não me arrependi. Muito pelo contrário, cada vez mais me apaixono por John Green.
Confesso que a primeira vez que li a sinopse do livro, não fiquei muito tentada a ler, mas mesmo assim resolvi dar uma chance ao John. Afinal eu me apaixonei e me encantei tanto com "A Culpa é das Estrelas", que no fundo eu não via como me decepcionar com esse livro. E eu estava certa. 
Mesmo eu odiando matemática, e qualquer coisa que envolva números, John Green conseguiu me divertir com seu livro nerd. Ele me fez abandonar qualquer aversão à números e entrar no mundo de Colin e sua incessante busca por um fórmula que irá prever quanto tempo durará seu relacionamento, e até quem irá terminar com quem. Ou como ele prefere chamar, quem será o Terminante e quem será o Terminado.
John conseguiu explicar - com ajuda de seu amigo matemático Daniel Biss - o Teorema de uma forma simples, fazendo com que até eu, que sou péssima em matemática conseguisse entender pelo menos um pouco o raciocínio de Colin.
O livro é super divertido. Eu me diverti muito com Colin e seu melhor amigo Hassan em sua viajem de carro, onde o Teorema começa a ser criado, e Colin finalmente tem seu "momento eureca".
Um livro nerd, divertido e fofo. Tudo na medida certa. 
John Green me conquistou com mais um livro, e espero que esse meu amor por ele nunca acabe.
Beijos e até a próxima resenha!
                                                                                                                                     - Fê.

Bem vindos ao blog e primeira resenha

Oii gente, aqui é a Fernanda, mas podem me chamar de Fê.
Eu já vinha pensando em criar um blog sobre livros a algum tempo, pois é um assunto do qual sou totalmente fascinada. E não tem coisa melhor do que conversar sobre livros não é mesmo?
Então aqui estou eu!!!! Espero que vocês gostem das minhas postagens, qualquer sugestão, dúvida ou reclamação é só deixar um comentário. E agora..... VAMOS À RESENHA!!!


Até eu te encontrar da Graciela Mayrink foi o livro mais leve que eu já li. Normalmente eu leio livros dramáticos, de aventura ou ação, então estou mais acostumada com aquela tensão e aquele drama. Mas eu amei ter uma leitura mais leve. Eu simplesmente me encantei com o livro, a história, os personagens, tudo.
Esse livro já estava a bastante tempo na minha lista - que eu sempre tento seguir mas nunca consigo - e fiquei muito feliz de finalmente tê-lo comprado.
Bom, a história gira em torno de Flávia que sai de sua cidade natal para fazer faculdade de Agronomia em Viçosa - MG.
Lá, ela faz amizades com alguns calouros - Felipe( <3 te amo) - seu companheiro de turma, sua vizinha - que será de grande ajuda ao longo da história - dona de uma loja de artigos esotéricos que por coincidência era amiga da mãe de Flávia e a filha de uma amiga da Sônia - vizinha de Flávia - que acaba se tornando sua grande amiga.
Além das novas amizades, Flávia descobre que é uma bruxa. Não no estilo Harry Potter. Tem mais a ver com elementos da natureza. No começo ela fica tentando entender como esse tipo de coisa pode existir, e acontecer justo com ela. E por esse ceticismo ela acaba não querendo fazer parte disso, nem querendo aperfeiçoar seus poderes. O que me deixou um pouco irritada, porque diferente dela, eu iria querer saber tudo e aperfeiçoar meus poderes o máximo possível kkkk.
Mas enfim, com as amizades também vem os amores..... Só que eles não são da forma como ela imaginava.
Depois de sofrer pelo garoto - não vou falar quem é kkk - Flávia resolve (finalmente senhor!!! Aleluia) fazer uma magia para atrair sua alma gêmea. O grande problema??? Ela odeia o cara, e sua namorada é totalmente insuportável e psicótica.
Aí já dá para vocês perceberem que não vai ser tão fácil assim dos dois ficarem juntos. E além de todos esses conflitos, vemos a Flávia descobrindo mais sobre sua família, sobre a história dos seus falecidos pais, o que também é muito legal de ver. Vou parar por aqui, pois tenho medo de acabar dando algum spoiler.
Eu recomendo muito esse livro para quem quer se divertir e ao mesmo tempo suspirar com os personagens(menos com a Carla kkkk). Eu não conseguia largar o livro, eu simplesmente amei, e com certeza vou relê-lo algum dia pois eu sinto muita falta dos personagens e do clima da história. Todos são muito fofos (menos a Carla kkk)!! Felipe!!!!! Já falei que amo ele? kkkkk. A protagonista também é super legal, apesar desses conflitos amorosos ela não se torna uma personagem chata. O único problema como eu já citei, foi a falta de interesse dela pela magia no começo do livro, mas simplesmente porque eu faria diferente.
Espero que vocês gostem do livro tanto quanto eu gostei, não esqueçam de deixar um comentário e continuem acessando o blog para saber mais resenhas.
Beijinhos e Boa Páscoa!!