Resenha: A Escolha

"Quando foi sorteada para participar da Seleção, America não imaginava que chegaria tão perto da coroa - nem do coração do príncipe Maxon. Com o fim do concurso cada vez mais próximo, e as ameaças rebeldes ao palácio ainda mais devastadoras, ela se dá conta de tudo o que está em risco e do quanto precisará lutar para alcançar o futuro que deseja.
America já fez sua escolha, mas ainda há muitas outras em jogo... Aspen, seu antigo namorado, terá que encarar um futuro longe dela. E Maxon precisa ter certeza dos sentimentos da garota antes de tomar a grande decisão, ou acabará escolhendo outra concorrente."

Ooie gente!! Tudo bem? Hoje vou falar mais um pouco sobre a trilogia/série A Seleção e encerrar esse assunto, pois como vocês já viram no vídeo que eu postei (Minha Caixa de Correio Agosto), eu não vou ler A Herdeira, portanto A Seleção acaba aqui. Literalmente kkkkkk.
Bom, vocês viram que eu fiquei de saco cheio da America e sua indecisão. Foi um porre.
Eu achei que ia estar livre disso neste livro, mas me enganei completamente. Mesmo ela tendo se decidido no livro anterior ela continua enrolando para resolver as coisas tanto com o Aspen quanto com o Maxon, o que eu achei uma palhaçada total porque ela ainda se dizia insegura, mas novamente, por mais um livro ela AINDA NÃO ENTENDEU QUE TUDO ISSO ERA CULPA DELA!!!!!!!!!!!!
Como ela espera que um cara se declare e abandone todas as outras oportunidades de ser feliz por uma pessoa que até ontem ainda era apaixonada por outro cara e que não entendia e ainda não entende suas decisão e razões?
Eu fiquei furiosa com isso. Ela não dizia "Eu te amo" por orgulho, porque queria que ele falasse primeiro. Ele não dizia por medo. Percebem a diferença? Bem, ela não percebia.
E foi uma enrolação só e uma palhaçada até quase o final do livro. Um ponto que eu achei muito ruim.
Gostei muito de ver a aproximação das meninas nesse último livro e foi bem legal conhecer mais sobre elas, principalmente a Celeste, que eu acabei me apegando.
Algumas coisas eu já sabia que ia acontecer por causa de spoilers, outras me pegaram de surpresa e me deixaram tristes.
É difícil falar sobre A Seleção no geral porque eu goste bastante da trilogia, tenho um carinho por ela que vai ser eterno, mesmo que irritando tanto e às vezes querendo atirar o livro pela janela.
A Kiera faz as cenas deles serem tão lindas e especiais que você esquece por um momento que está com raiva da America. Principalmente no final.
Vou deixar aqui a resenha que fiz de A Seleção e A Elite para quem não leu e minha frase preferida desse livro.

" - Pode partir meu coração. Mil vezes, se desejar. Sempre foi seu para machucar como quiser." - Maxon.


Beijinhos e até a próxima!!
                                                                                                                   -Fê.

Minha caixa de correio - Ago/2015



Desculpem a qualidade do vídeo e o cachorro da vizinha latindo kkkkkkk

Beijinhos e até a próxima!!!


                                                                                                            -Fê.

Série: Dexter



Ooie gente!!!! Faz tempo que eu não falava sobre séries né? Bem, hoje eu vim falar sobre essa incrível série.
Sabe aquela série que te tira o sono, que você assiste praticamente uma temporada em um dia, que te faz esquecer de tudo?? Então, isso foi Dexter para mim.
Dexter vai contar a história de um cara(Dexter) que durante o dia trabalha no laboratório forense de uma delegacia e à noite sai a procura de novas vítimas.
Mas não qualquer vítima, ele mata apenas criminosos. Isso porque quando era pequeno, seu pai acabou descobrindo esse "desvio de personalidade" e ao invés de interná-lo decidiu ajudá-lo de outra forma. Então ele criou um código para o Dexter seguir onde além de outras regras, falava que já que ele tinha que matar alguém, pelo menos matasse quem merecia morrer.
E é aí que a coisa fica interessante, porque ele obviamente é o vilão, afinal, apesar de tudo ele é um psicopata e está cometendo crimes, mas eu não conseguia ver ele como um vilão. A cada episódio, a cada temporada, eu me apegava mais ao Dex e não conseguia deixar de torcer por ele. O que fez com que eu achasse que estava com probleminhas, afinal, eu estava apoiando e torcendo por um psicopata.
Mas é que ao longo da história ele vai demonstrando que ele não queria ser desse jeito, ele também sofre por ser assim. Enfim.
Cada temporada tem um criminoso novo, e eu fiquei admirada com a genialidade dos crimes ao longo das temporadas. Eu senti que a coisa estava evoluindo. E claro, a cada temporada alguma coisa acontecia e o Dex era quase pego, o que me deixava louca, surtada, porque como eu já disse, eu torcia por ele.
O único problema da série foi o final, que eu achei péssimo. Assim, por um lado eu até entendo o que eles quiseram mostrar com isso, mas poxa. Acabou comigo! Infelizmente eu não posso explicar direito pois seria um BAITA spoiler.
Aiii que saudade que me deu agora. Essa é uma série que eu gostaria que nunca tivesse acabado! Amo, amo, amo. Espero que vocês gostem tanto quanto eu. E enquanto estiverem assistindo podem mandar mensagem para eu surtar junto com vocês kkkkkkkk. 
Ah, me indiquem séries também. Quanto mais séries eu tiver para assistir, melhor!






Beijinhos e até a próxima!
                                                                                                                      -Fê.